SIES – Reflexão Teológica e Inaciana – ‘Encontro à beira do poço’

Poço do deserto

“Os poços são filhos do deserto…

A quem chega esgotado pela travessia, o poço oferece unicamente o pouco que tem: o pouco d’água lentamente acumulado em longas horas de espera silenciosa na fidelidade aos areais…

Ao brindar esse pouco d’água que é toda a sua riqueza, o poço do deserto, o poço amigo, liberta no homem sequioso e esgotado toda a sua capacidade de viver e prosseguir.

Porque o poço do deserto não prende.

Como não tem para oferecer mais do que sua pouca água, uma vez que a brindou, põe as caravanas novamente em marcha. Devolve-as ao caminho e às estrelas.

E fica ali, fiel ao seu deserto, talvez refletindo no fundo de suas águas tranquilas uma estrela: a mais alta, a que obriga a olhar para cima…”

 

 

 


%d blogueiros gostam disto: